Afoxé Mojubá

O Afoxé celebra a XVIII Patuscada Raimundo Bouzanfraim, uma iniciativa da comunidade do Maciel Pelourinho para agradecer a Exú, orixá das ruas e caminhos, pela alegria do Carnaval.

Quem conta a história de Raimundo Bouzanfraim é Albino Apolinário, criador da Associação Alzira do Conforto e produtor cultural do Pelourinho:

“Relato de antigos moradores do Centro Antigo contam que no período anterior a reforma, havia muitos capoeiristas, que se apresentavam pelas ruas. Em meio a estes, destacou-se um conhecido pelo nome de Raimundo que em uma de suas apresentações, conheceu uma francesa que atendia pelo nome de Bouzanfraim, vindo a manterem um relacionamento amoroso, casando-se e indo morar na França onde mais tarde tiveram um filho a quem deram o nome de Raimundo Bouzanfraim. Criado nos arredores de Paris, o garoto veio a falecer antes de completar os sete anos de idade, sem ser batizado e por não estarem aceitando a perda do filho, resolveram consultar os Orixás através do jogo dos búzios, descobriram que o jovem, após sua morte, havia transformado-se em Orixá Exú, para quem deveriam oferecer uma oferenda, em Salvador”.

Todos os anos, então, a celebração se renova, com festa, alegria e agradecimento ao orixá mensageiro e brincalhão.      

 

Deixe seu comentário
Pular para a barra de ferramentas