Alvorada dos Ojás – Lauro de Freitas

No próximo dia 30 de novembro, as comunidades de terreiros de Candomblé, de Lauro de Freitas, irão às ruas lutar contra o ódio religioso. É mais uma edição da Alvorada dos Ojás, um ato que consiste na amarração de panos brancos em árvores nos diversos pontos da cidade, fazendo alusão direta à ancestralidade de matriz africana e reivindicando o direito à liberdade de culto e livre expressão da fé.

A concentração será às 17 horas, na Praça da Matriz, em frente à prefeitura e a Casa Legislativa, onde um Grande Xirê (roda de Candomblé) será realizado para saudar e pedir a benção aos orixás.

As tensões étnicas, religiosas e raciais têm se intensificado em Lauro de Freitas. O avanço de fundamentalistas neopentecostais, nos espaços de poder, tem restringido e constrangido religiosos de outras matrizes, contrariando o princípio constitucional da laicidade do Estado.

Há secretarias que antes do expediente diário realiza cultos evangélicos no espaço público sob a tutela do secretário, desconsiderando aqueles que não professam a mesma fé. Nos grupos institucionais de wathsapp é comum registrar manifestações e induções religiosas do tipo “aceite a Jesus ele é a única saída”.

Na escola Ana Lucia Magalhães, alunas são impedidas de entrar usando suas indumentárias por decisão unilateral da diretora, que insiste inclusive, em desobedecer a orientação da secretaria de educação.

Nas edições anteriores da Alvorada, em pontos específicos como Praça de Areia Branca e na entrada do bairro de Portão, vários ojás foram retirados, uma manifestação clara do ódio que vem se repetindo todos os anos. No ano de 2015 a polícia precisou intervir para que os ojás não fossem retirados.

O Coordenador do Orooni, entidade ligada ao Coletivo de Entidades Negras, disse que montará plantão especial esse ano, nos locais onde aconteceram esses incidentes, para identificar os autores do vandalismo e denunciá-los às autoridades.

A Coordenadora Executiva da Superintendência de Promoção da Igualdade Racial – Supir, disse que a Alvorada dos Ojás é uma manifestação pacífica e que prega a união, o respeito e a paz, e, que as garantias estão asseguradas na Constituição.


Fonte: jornalfolhapopular.net.br
Por: Ricardo Andrade

Deixe seu comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pular para a barra de ferramentas