ARTHUR LEANDRO, PRESENTE!

 
 
 
O Coletivo de Entidades Negras (CEN) lamenta profundamente a perda irreparável do coordenador do coletivo no Estado do Pará e membro da Coordenação Nacional do CEN, Arthur Leandro, também conhecido religiosamente como Tata Kinambogi, que faleceu na manhã desta terça-feira, 15 de maio, em decorrência de complicações de uma diabete.
 
Artista plástico, audiovisual, performer, poeta, compositor, sambista, ativista político, escultor, radialista, articulador, acadêmico, romancista, arquiteto e liderança dos povos tradicionais de matriz africana, Arthur Leandro lutou a vida toda pelos direitos humanos, o que inclui desde o combate ao racismo até a resistência ante a LGBTfobia.
 
Atuou decisivamente, entre outras lutas, para que negros e negras participassem do Conselho Nacional de Políticas Culturais, do Ministério da Cultura; pela elaboração do I Plano Nacional para Cultura Afro-Brasileira e pela efetivação de uma Política Nacional para Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana.
 
Aguerrido e de luta, qualificado no duro e diário enfrentamento ao racismo, Arthur Leandro deixa um legado para o Movimento Negro brasileiro e para o CEN, que ajudou a construir e a estabelecer como uma das mais representativas entidades da causa no país.
 
Neste dia triste, estamos todos mais vazios.
 
Mas seguiremos em marcha, em memória dos que ficaram pelo caminho, e em memória de seu legado, de sua luta e sua vontade absurda de viver e brilhar.
 
Arthur Leandro, PRESENTE!
 
Deixe seu comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pular para a barra de ferramentas