Campanha digital #GraffitiPatrimonioCultural se contrapõe a projeto de Aleluia

Coletivos de grafiteiros e pixadores que promovem a arte de rua em Salvador lançaram, nesta quarta-feira, 5 de julho, a campanha digital #GraffitiPatrimonioCultural, com o objetivo de se contrapor ao projeto de lei apresentado pelo vereador Alexandre Aleluia (DEM) para punir com uma multa de R$ 3 mil os artistas urbanos que pintarem muros sem a autorização oficial dos proprietários de imóveis.

“Vamos chamar atenção contra mais um projeto conservador do vereador Aleluia”, conclama postagens nas redes sociais. Nelas, simpatizantes do grafitti são orientados a postar uma foto ou uma boa experiência com a arte de rua, usando a hashtag #GraffitiPatrimonioCultural.

“Se você é contra esse retrocesso e é a favor da arte de rua, tire foto de intervenções que você gosta, comente sobre o assunto, compartilhe a sensação ao se deparar com a arte pelas ruas de Salvador e compartilhe sua experiência de viver no museu a céu aberto criado por artistas que amam Salvador”, diz uma das chamadas para a campanha, no Facebook.

Artistas das mais variadas expressões de rua temem, ainda, que a lei seja aproveitada pela Guarda Municipal para aumentar as abordagens violentas contra os jovens negros que fazem arte de rua. A corporação já possui um histórico nessas atitudes, tendo sido responsável por agredir ativistas culturais na Ladeira da Preguiça, no centro antigo da capital baiana.

 

 

jovens-quilombolas-grafite-750x410

 

Deixe seu comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pular para a barra de ferramentas