Preocupada com o meio ambiente, comunidade do Solar do Unhão realiza 5º Presente Ecológico de Iemanjá

As bandeirolas de cores azul e branca nas ruas estreitas do Solar do Unhão denunciam que a comunidade está em festa. O último domingo (28) foi marcado pela tradicional entrega do Presente Ecológico de Iemanjá, que completou sua 5ª edição. Neste ano os preparativos para a entrega do presente se iniciaram na segunda-feira (22), oferecendo aos moradores, além da conscientização de preservar o mar limpo, diversas atividades, como exposição de fotos, exibição de filmes, dança e pesca.

Logo no início da manhã, a comunidade preparou um café da manhã aberto ao público, e em seguida, por volta das 11h o som do agogô e dos atabaques marcou o início da cerimônia. Ao som das filhas de Gandhy e dos Filhos do Korin Efan, o cortejo seguiu pelas rua do Solar do Unhão, onde, todos, seguiam envoltos pela energia que pairava naquele lugar, até a chegada ao mar, onde os presentes foram entregues. 

Esse ano o presente ficou maior! Além da grande visibilidade que o Presente Ecológico ganhou, atraindo baianos e turistas, foram levados ao mar a sereia e quatro balaios com flores e presentes biodegradáveis para a Rainha das águas salgadas e a Rainha das águas doces, Oxum.  É importante lembrar que os cestos de palha, que carregavam os agrados foram trazidos de volta, deixando apenas os presentes em alto mar.

Foto: Igor Correia

A entrega do Presente Ecológico de Iemanjá é uma forma de conscientização para o dia 2 de fevereiro. Marcos Rezende, coordenador geral do CEN – Coletivo de Entidades Negras,  lembra da importância de não levar produtos que venham agredir a natureza. “Iemanjá é a dona das águas do mar, se você está levando algo que possa poluir o mar, de fato isso não é um presente pra ela”. Bonecos, espelhos, objetos de plástico e frascos de perfume devem ser evitados na hora da entrega.

Simone Lessa, turista de Santa Catarina, veio curtir o carnaval em Salvador e ficou encantada com o comprometimento dos moradores com o presente de Iemanjá. “Fiquei impressionada com a forma em que eles se movem em prol da própria comunidade, são todos muito unidos, solícitos. E o melhor, se reuniram por uma causa tão nobre, presentear Iemanjá se preocupando em não poluir o mar, muito lindo. Que isso sirva como exemplo para todos”, comentou emocionada.

Para encerrar os festejos a comunidade e os visitantes puderam se deliciar com uma feijoada e com uma moqueca, preparada com o peixe pescado no local, e que foram distribuídas para todos os presentes. A ação foi uma realização do CEN – Coletivo de Entidades Negras, Musas – Museu Street Art Salvador, Comissão dos Terreiros Tombados, Afoxé Filhas de Gandhy e Associação dos moradores do Solar do Unhão.

Foto: Igor Correia
Deixe seu comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pular para a barra de ferramentas