Após ser vítima de racismo jogador recebe apoio da torcida na Alemanha.

Por Pareta Calderasch

O jogador de origem ganesa Jérôme Boateng, zagueiro do Bayern de Munique, foi mais uma vítima dos recentes casos de racismo no futebol, quando foi publicado no semanário Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung o comentário do líder atual do partido AfD, Alexander Gauland, afirmando que as pessoas acham ele um bom defensor de futebol mas não gostariam de tê-lo como vizinho.

Após a repercussão negativa, Gauland negou ter feito qualquer comentário pessoal com o jogador, dizendo estar apenas referindo-se ao modo de pensar de algumas pessoas na cidade, o semanário afirma ter gravado a declaração do político ultradireitista.

Imediatamente, Boateng recebeu apoio do capitão do time, que postou fotos com ele em seu Twitter com a frase, “Se você quer conquistar títulos para a Alemanha, precisa de vizinhos como ele”, antes do amistoso Alemanha x Eslováquia, do qual Boateng participou pela seleção alemã. Depois do intervalo do amistoso, Sami Khedira, capitão da seleção da Alemanha, passou a braçadeira a Boateng, como gesto de apoio.

Post Boadeng

O apoio também veio da torcida alemã, que levou para o estádio frases com dizeres como “Seja nosso vizinho” e “Vem mudar aqui para o lado”, como forma de protestar contra a declaração de Alexander Gauland, o presidente do AfD, Frauke Petry, tentou minimizar no Twitter elogiando Boateng e dizendo que ele está na seleção alemã por merecimento, mas não falou nada sobre tê-lo como vizinho.

0,,19292122_303,00

Deixe seu comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pular para a barra de ferramentas